Ataque a ônibus e jogadores hostilizados adiam a final da Libertadores entre River e Boca

O segundo jogo da final da Libertadores da América entre River Plate e Boca Juniors, marcado para acontecer neste sábado (24), às 18 horas (horário de Brasília), foi adiado. A bola vai rolar somente neste domingo (25), no mesmo horário.

O adiamento da decisão da competição continental de clubes aconteceu por conta de um ataque ao ônibus do time visitante na chegada ao Monumental de Nuñez, em Buenos Aires.

O ônibus do Boca Juniors foi recebido a pedradas por parte da torcida do River Plate. Jogadores foram atingidos por estilhaços de vidro, e Pablo Pérez, capitão da equipe, teve que ser levado a um hospital devido a cortes no braço e ferimento no olho.

A Conmebol chegou a anunciar duas remarcações para a realização da partida, primeiramente para às 19 horas (horário de Brasília), e depois para às 20h15min, mas no fim optou pelo adiamento em definitivo para domingo.

O anúncio foi feito pelo presidente da entidade responsável pela Libertadores da América, Alejandro Domínguez, em entrevista no Monumental de Nuñez: “Uma equipe não pode jogar, e outra não quer vencer nestas condições”, justificou o dirigente.

O primeiro jogo da final entre Boca Juniors e River Plate terminou empatado por 2 a 2. Assim, quem vencer a partida deste domingo vai ficar com o título da competição continental.

Com informações da Jovem Pan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *