Gilmar Mendes sob proteção do Supremo

Gilmar pede que o STF tome “providências urgente” sobre investigação da receita federal contra ele

O ministro Gilmar Mendes enviou um ofício à presidência do STF nesta quinta-feira (7/2) pedindo que sejam tomadas providências urgentes para esclarecer fatos e apurar a “responsabilidade por eventual ato ilícito” de auditores da Receita Federal. Diz o Portal ‘Jota’

De acordo com o ministro, profissionais da Secretaria da Receita Federal “estariam realizando pretenso ‘trabalho’ voltado para apurar possíveis ‘fraudes de corrupção, lavagem de dinheiro, ocultação de patrimônio ou tráfico de influência’” praticados por ele.

Conforme ofício enviado por Mendes, ele não recebeu qualquer intimação sobre o procedimento nem teve acesso a seu inteiro teor.

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, pediu que a Receita Federal e a Procuradoria-Geral da República (PGR) apurem se houve irregularidades numa investigação contra Gilmar Mendes.

Nesta sexta-feira (8), Toffoli enviou ofícios pedindo providências ao ministro da Fazenda, Paulo Guedes, ao secretário da Receita Federal, Marcos Cintra, e à procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *