Lava Jato quer elevar pena de Lula no caso de Atibaia

Condenado a mais 12 anos e 11 meses, Lula pode ver sua pena aumentar.

O presidiário e ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado pela juíza Gabriela Hardt a 12 anos e 11 meses de prisão, levando em conta três crimes de corrupção e dois de lavagem de dinheiro. A Lava Jato defende que essa pena seja elevada.

Para os procuradores da Lava Jato, cada contrato envolvido em esquemas de corrupção entre a Petrobras e empreiteiras deve representar um crime independente porque foram “celebrados de modo autônomo, por meio de procedimentos licitatórios diversos, que envolveram diversos acertos de corrupção dentro das especificidades de cada contrato”.

Segundo O Antagonista, o TRF-4 irá analisar o pedido em breve.

A juíza Gabriela Hardt, que realizou a condenação do petista no caso, afirmou que mesmo o sítio não estando no nome de Lula, “ficou amplamente comprovado que a família do ex-presidente Lula era frequentadora assídua no imóvel, bem como que o usufruiu como se dona fosse e que sendo proprietário ou não do imóvel, é fato incontroverso que foram efetuadas reformas e comprados objetos para atender interesses de Luiz Inácio Lula da Silva e de sua família”.

Com informações do Antagonista e G1

News Reporter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *