Pezão é condenado por improbidade administrativa na Saúde e perde direitos políticos por 5 anos

O ex-governador do Rio Luiz Fernando Pezão foi condenado por improbidade administrativa.

A decisão é da 8ª Vara de Fazenda Pública, do Tribunal de Justiça do Rio. A juíza Alessandra Cristina Tufvesson Peixoto determina a suspensão dos direitos políticos por 5 anos. Conforme informações do portal G1

A pena prevê multa de 50 vezes da remuneração de Pezão, proibição de contratação e de recebimento de benefícios fiscais por três anos.

Há uma semana, uma outra decisão judicial tornou Pezão inelegível até 2022. A sentença, neste caso, foi do Tribunal Regional Eleitoral por favorecimento a doadores de sua campanha eleitoral em 2014.

De acordo com o Ministério Público, a situação caótica da saúde pública no Estado é uma “opção política e ímproba” de Pezão ao “não priorizar os serviços de saúde pública”. Os procuradores argumentam que o Pezão não investiu o mínimo constitucional na Saúde, de 12%.

Ele chegou a ser alvo de pedidos de impeachment por conta disso, mas escapou de ter o mandato interrompido

Veja Também:

Jornalista do ‘O Globo’ passa vergonha ao tentar “censurar” o juiz Marcelo Bretas

News Reporter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *