Receita apura “focos de corrupção” de Gilmar Mendes

Relatório aponta variação patrimonial sem explicação.

A Receita Federal está atuando para detectar “focos de corrupção, lavagem de dinheiro, ocultação de patrimônio ou tráfico de influência” de Gilmar Mendes e de sua mulher, Guiomar”, diz a Veja.

A suspeita consta de um relatório de maio de 2018, que “aponta uma variação patrimonial de 696.396 reais do ministro e conclui que Guiomar ‘possui indícios de lavagem de dinheiro’”.

Ainda conforme a matéria, Gilmar, por sua vez, entrou com uma petição na PGR e na própria Receita quanto às acusações.

“O que causa enorme estranhamento e merece pronto repúdio é o abuso de poder por agentes públicos para fins escusos […]”, disse o Ministro do STF.

Veja também:

Pedido de impeachment de Toffoli é protocolado no senado

 

One Reply to “Receita apura “focos de corrupção” de Gilmar Mendes”

  1. Não existe qualquer hipótese, de que este velhaco, não esteja envolvido, com toda essa corrupção desenfreada, que a lava jato tem denunciado. As arbitrariedades recorrentes, em soltar comparsas preferidos e rumores de investimentos em cursos de sua universidade, dentre outros, são provas cabais de que é um bandido infiltrado, que já está excedendo todo e qualquer dever, de sentar no banco dos réus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *