“SEM LIMITES” – A 57ª Fase da Operação Lava Jato esta nas ruas

A Polícia Federal está nas ruas para cumprir mandados da 57ª fase da Operação Lava Jato.

A fase 57 da Lava Jato foi chamada de Sem Limites. Esta etapa, de acordo com a PF, investiga a ação de uma organização criminosa que agia na área de trading da Petrobras.

Foram expedidos 11 mandados de prisão preventiva e 26 de busca e apreensão. Até o momento, cinco pessoas foram presas no estado do Rio de Janeiro.

Dois advogados acusados de lavagem de dinheiro para os corruptos da Petrobras, Gustavo Buffara Bueno e André Luiz dos Santos Pazza. Também foram presos um atual funcionário da Petrobras e mais dois ex-gerentes estão entre os presos.

As investigações identificaram o pagamento de pelo menos US$ 31 milhões em propinas para funcionários da Petrobras por empresas de trading, segundo o Ministério Público Federal (MPF).

A área de trading realiza negócios de compra e venda de petróleo e derivados da Petrobras por ou para empresas estrangeiras.

O pagamento, conforme o MPF, foi feito por grandes empresas do mercado de petróleo e derivados. O valor atualizado equivale a R$ 119.427.500.

As propinas foram registradas entre 2009 e meados de 2014. Contudo, a PF não descarta a continuidade do esquema na área a trading, com ramificações internacionais, até os dias de hoje.

Dos 11 mandados de prisão preventiva, que são por tempo indeterminado. 10 devem ser cumpridos na cidade do Rio de Janeiro, e um em Petrópolis (RJ).

‘Gigantes’ sob investigação

A Sem Limites investiga as áreas de trading e fretamento de navios da Petrobras. Um dos alvos é cônsul honorário grego Konstantinos Kotronakis, envolvido no pagamento de propinas a Paulo Roberto Costa.

Vitol, Trafigura e Gleconre – empresas com atuação internacional – estão entre as investigadas. Elas têm, de acordo com o MPF, faturamento superior ao da Petrobras.

De acordo com o MPF, essas três empresas pagaram, respectivamente, US$ 5,1 milhões, US$ 6,1 milhões e US$ 4,1 milhões para intermediários e funcionários.

Além dessas três, outras trading companies também estão sendo investigadas.

 

 

News Reporter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *