Defesa Civil corre contra o tempo para evitar nova tragédia com barragens em Barão de Cocais

Em Barão de Cocais, Minas Gerais, a estrutura de uma barragem da Vale está no nível 3 de emergência e a qualquer momento poderá entrar em colapso e romper. A lama chegaria rapidamente a uma região onde há mais de 3 mil moradores. A preocupação é evitar que estas pessoas sejam soterradas, caso a barragem da Mina de Gongo Soco venha a romper.

A expectativa é que os moradores de Barão de Cocais passem por um treinamento entre este domingo (24) e segunda-feira (25). Rotas de fuga e pontos de encontro ainda estão sendo definidos. Caso haja um rompimento antes da implementação do plano de contingência, a força-tarefa formada por policiais, bombeiros e Defesa Civil terá uma hora e doze minutos para tirar todas as pessoas da chamada zona secundária que se estende até o centro da cidade. A lama começaria a alcançar as casas em menos de uma hora.

Estima-se que cerca de nove mil pessoas vivem nesta área. Doze bombeiros, quarenta policiais militares e 40 policiais civis fariam o trabalho de retirada destas pessoas.

“A preocupação agora é a zona secundária onde que essa lama demora aproximadamente uma hora para chegar. Nós temos esse curto espaço de tempo para retirar essas pessoas”, informou o tenente-coronel Flávio Godinho.

News Reporter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *