Exame mostra alumínio “alterado” em sangue de bombeiros que trabalham nas buscas em Brumadinho

Quatro exames feitos em bombeiros que trabalharam nas buscas e resgates após a tragédia de Brumadinho mostraram “alteração” na quantidade de alumínio e cobre no sangue, informou hoje o governo mineiro em nota.

“Até o momento foram detectados três exames alterados para o parâmetro alumínio no sangue. Cabe esclarecer que a alteração nesse parâmetro não significa intoxicação aguda por esse metal e essas pessoas permanecem assintomáticas e seguindo o protocolo de monitoramento de sua saúde. É esperado que, após a interrupção da exposição, os níveis de metal no organismo sejam normalizados”, diz a nota.

O monitoramento foi feito por meio da dosagem de metais no sangue e urina. Foram detectados três exames alterados para alumínio e um exame para cobre.

News Reporter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *