Mulher acorda violentada depois de aceitar água e bala em carro de aplicativo

Mulher é estuprada e acorda em terreno baldio após aceitar água e bala em carro de aplicativo

Uma mulher de 33 anos foi encontrada sem roupas e com uma garrafa introduzida na vagina em um terreno baldio próximo ao Parque Santos Dumont, em Votorantim, no interior de São Paulo, após utilizar um serviço de transporte de aplicativo. A Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) da cidade investiga se o motorista a estuprou.

Encontrada por moradores da região na manhã desta segunda-feira (11), a vítima disse à polícia que mora em Curitiba (PR) e chegou em Sorocaba (a 12km de onde foi encontrada) na noite de domingo para fazer uma visita ao pais, que vivem na cidade.

Da rodoviária, pegou um táxi até uma farmácia na Avenida Coronel Nogueira Padilha e, dali, seguiria até a casa da família. Por estar sem bateria no celular, solicitou a um casal que passava pelo local que pedissem um carro em um aplicativo de transportes.

A vítima relatou que, ao entrar no veículo, tomou água oferecida pelo motorista e comeu uma bala. A partir daí, não se recorda de mais nada, apenas de ser acordada pela vizinhança do terreno baldio.

Os vizinhos acionaram a Polícia Militar, que resgatou a mulher e a encaminhou até o Hospital Regional de Sorocaba. Lá ela foi submetida a exames e liberada logo em seguida.

A polícia investiga o caso, mas enfrenta dificuldades de encontrar o suspeito do crime por dois motivos: o primeiro é o fato de a corrida não ter sido solicitada no aparelho celular da vítima, e o segundo é ela desconhecer a identidade do casal que fez o pedido por ela.

Com informações do jornal Extra.

News Reporter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *