Bolsonaro anuncia demissão de Bebianno; Floriano Peixoto assume Secretaria-Geral

O presidente Jair Bolsonaro decidiu demitir o ministro da Secretaria-Geral, Gustavo Bebianno (PSL).

De acordo com o porta-voz, o substituto será o general da reserva Floriano Peixoto Neto. Otávio Rêgo Barros leu uma nota da Presidência, na qual Bolsonaro agradeceu a “dedicação” de Bebianno durante a permanência no cargo de ministro. O presidente ainda desejou “sucesso” ao agora ex-ministro.

“O excelentíssimo senhor presidente da República Jair Messias Bolsonaro decidiu exonerar nesta data, do cargo de ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, o senhor Gustavo Bebianno Rocha. O senhor presidente da República agradece sua dedicação à frente da pasta e deseja sucesso em sua nova caminhada”, declarou o porta-voz.

Ainda de acordo com Otávio Rêgo Barros, a decisão de Bolsonaro de demitir Bebianno é de “foro íntimo do nosso presidente”.

Após o anúncio do porta-voz, a assessoria de Bolsonaro divulgou um vídeo no qual afirma que “questões relevantes” exigiram uma reavaliação do caso Bebianno.

“Avalio que pode ter havido incompreensões e questões mal entendidas de parte a parte, não sendo adequado pré-julgamento de qualquer natureza. Tenho que reconhecer a dedicação e comprometimento do senhor Gustavo Bebianno a frente da coordenação da campanha eleitoral em 2018. Seu trabalho foi importante para o nosso êxito”, afirmou o presidente no vídeo.

Veja também:

Reunião de Bebianno com a Globo, teria sido o estopim para crise no governo

Bebianno quer tratamento igual ao do ministro do turismo

Revoltado Bebianno ataca Bolsonaro e diz, “Nunca imaginei que ele seria um presidente tão fraco”.

 

News Reporter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *