Barraco na ONU: Jean Wyllys volta a vincular família Bolsonaro a morte de Marielle

Jamil Chade publicou no Twitter o momento em que, em reunião na ONU, a embaixadora do Brasil se recusou a ouvir  as falácias do ex- deputado autoexilado, Jean Wylls.

“A minha presença aqui amedronta a senhora e o seu governo, que não tem compromisso com a democracia”, reagiu o ex-BBB

Wyllys aproveitou o momento para associar a família Bolsonaro diretamente aos assassinos de Marielle Franco e novamente acusar o governo de homofobia, enquanto a embaixadora deixava o local.

Confira:

News Reporter

3 thoughts on “Barraco na ONU: Jean Wyllys volta a vincular família Bolsonaro a morte de Marielle

  1. Vai ficar por isso mesmo, este cretino fica difamando o Brasil, sim porque o Presidente é o simbolo do Brasil – nenhum processo contra este pulha???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *