“Nem oposição, nem base”. MDB de Temer seguirá em cima do muro no governo Bolsonaro

O perfil oficial do MDB (partido do atual presidente Michel Temer) no Twitter publicou uma mensagem, nesta segunda-feira (3), em que declarou a posição que o partido tomará no início do governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). No curto prazo, a sigla afirma que não será “oposição e nem base”.

“É natural parlamentares do MDB conversarem com o governo eleito. Nós, enquanto partido, já deixamos nossa contribuição em forma de propostas para que os avanços que conquistamos na economia se mantenham”, disse em um post. “A partir de 1° de janeiro, o MDB manterá uma independência ativa. Apoiando medidas que buscam o crescimento do país, gestão eficiente e responsabilidade fiscal. No curto prazo não faremos oposição nem seremos base, discutiremos caso a caso”, completou em outro.

A relação entre Temer e Bolsonaro tem sido considerada proveitosa por ambas as equipes. Recentemente, o atual presidente disse que “há muito tempo” não se tinha uma transição de governo “tão cordial e civilizada” no Brasil.

“Devo reconhecer, nós todos que temos uma longa estrada política, que eu penso que há muito tempo não se fazia uma transição tão cordial e tão civilizada como aquela que está sendo feita nestes últimos tempos”, afirmou, durante reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES) no Palácio do Planalto no último dia 28

Com informações da Jovem Pan

News Reporter

1 thought on ““Nem oposição, nem base”. MDB de Temer seguirá em cima do muro no governo Bolsonaro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *