Renan Calheiros sem cargo de comando

Nas últimas articulações por posições do MDB na Casa, Renan foi descartado.

Aliados negam que haja um movimento de isolamento deliberado, mas duas ações do parlamentar repercutiram muito mal na bancada.

A primeira foi a renúncia à candidatura para presidência do Senado sem conversar com os correligionário antes.

O alagoano retirou seu nome ao perceber que não teria votos suficientes para vencer. O estopim foi a decisão da bancada do PSDB de mostrar a cédula de votação.

O segundo fator foi um tuíte do parlamentar no último domingo (3), em que mencionava a jornalista Dora Kramer, da Veja, autora de um texto sobre sua derrota no Senado. A publicação, que cita o pai de Tebet e faz insinuações de conteúdo sexual, foi apagada pelo senador e causou um clima de constrangimento

Após abandonar a disputa, de forma vergonhosa, Renan viajou para Alagoas. O parlamentar não compareceu ao Senado na última semana e deve voltar a Brasília apenas na próxima terça-feira (12).

 

News Reporter

2 thoughts on “Renan Calheiros sem cargo de comando

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *