Equipe do governo é ameaçada em hospital no Rio de Janeiro, diz Bebianno

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, disse ao diretor interino do Hospital Federal de Bonsucesso, no Rio, Paulo Roberto Cotrim de Souza, durante uma reunião, que uma equipe do governo federal sofreu ameaças ao visitar o hospital para iniciar a elaboração de um plano de melhoria do atendimento ao público.

Bebianno revelou as ameaças em um encontro no Departamento de Gestão Hospitalar do Ministério da Saúde, no centro do Rio de Janeiro.

“O hospital de Bonsucesso foi o único que tentou intimidar parte da nossa equipe”, disse Bebianno.

“Eu gostaria de dizer para o senhor [Paulo Cotrim] que há duas formas de fazer as coisas: uma pelo amor e uma pela dor. A nossa campanha, do presidente eleito, teve facada, sangue, suor e lágrimas. Nós não vamos nos intimidar com ameaças veladas, com discursos contrários ao nosso trabalho”, declarou Bebianno durante a reunião.

Veja o Vídeo:

De acordo com ‘O Jornal Extra‘ o caso está sendo investigado pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

Veja Também:

Bolsonaro volta a ter febre e é diagnosticado com pneumonia

News Reporter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *