Equipe do SAMU leva homem morto para casa após ele ter vindo a óbito em uma clinica

O homem de 51 anos morreu em uma clínica após realizar um exame de endoscopia.

O caso aconteceu na ultima quinta-feira (14) em Feira de Santana, na Bahia. Após o falecimento do paciente, a equipe do Samu foi acionada. A clínica em que Edilberto morreu disse que tentou reanimá-lo, enquanto o socorro não chegava, mas que depois o Samu foi quem continuou com a assistência. Para a surpresa dos familiares, a equipe de socorristas levou Edilberto Lopes Batista para casa e o colocou no sofá.

De acordo com a família, Edilberto morreu no Instituto de Doenças do Aparelho Digestivo (Idad), por volta das 11h. O caso foi denunciado, por familiares, que se sentiram revoltados com a situação.

“O Samu deixou o corpo dentro da residência sem comunicar a ninguém. Largou lá como se fosse um indigente, como se não existisse familiar. E mandou que a família fosse buscar um atestado de óbito lá no Samu”. Comentou o Cunhado do falecido

Secretária Municipal de Saúde afasta equipe que cuidou do caso

Em nota a secretaria Municipal de Saúde alegou que uma sindicância foi aberta para apurar os fatos e que deve ser concluída em 30 dias. Quanto à equipe que atendeu no caso, todos foram afastados até que se conclua as apurações.

O caso também está sob responsabilidade da delegada Bianca Torres, da 2ª Delegacia de Feira de Santana. Conforme Bianca, foi pedido uma necropsia para saber o que motivou a morte do paciente. A delegada ainda informou que todos os envolvidos serão ouvidos.

Veja mais:

Caso Pavesi: Pai do menino assassinado por médicos em 2000 anuncia greve de fome e causa comoção na internet

BOMBA – Na era PT “Aviões do SUS eram usados para transportar drogas” diz ministro

Médico denuncia entranhas do SUS em carta aberta a Jair Bolsonaro

News Reporter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *