Tentativa de assalto acaba com 11 criminosos mortos após confronto com a Rota

Felizmente nenhum policial ficou ferido

Na madrugada desta quinta-feira, houve tiroteio após uma quadrilha realizar a tentativa de roubar dois bancos em Guararema, na Grande SP. De acordo com a Polícia Militar haviam ao menos 25 criminosos, 11 deles morreram e nenhum policial ficou ferido.

Os bandidos fizeram uma família refém na tentativa de fuga, mas nenhum deles saíram com ferimentos. O assaltante que manteve a família como refém também foi morto.

A ação começou por volta das 4h, conforme o comandante da Rota Mario Alves da Silva, os criminosos estavam em cinco carros blindados e fortemente armados. Eles chegaram a invadir uma agência do Banco do Brasil e outra do Santander.

Foram apreendidos com a quadrilha sete fuzis, quatro pistolas, duas calibre 12 e vários explosivos. “Não conseguimos, ainda, apurar toda a munição que existe, tendo em vista que o local está sendo preservado. Não podemos mexer nos locais”, disse Silva.

“Em princípio, havia indivíduos altamente equipados, com colete tático, luva, balaclava, equipamentos de última geração para, realmente, uma ação de guerra”, informou o comandante da Rota.

Vanderleia Vicente Gomes relatou o momento em que um dos criminosos invadiu sua casa e fez sua família de refém. De acordo com ela, o marido e a sogra, que é acamada, também estavam na casa.

“Ele começou a bater na porta e pediu para que meu marido abrisse. O criminoso falou: ‘Abre. Tem um rapaz aqui que é refém, se você não abrir eu vou matar ele’. Meu marido não abriu e ele chegou a arrombar a porta”, contou Vanderleia.

O refém era um funcionário da portaria do condomínio.”Ele entrou em casa, fechou a porta com um sofá e meu marido foi feito refém também”, ressaltou Vanderleia. Ela e a sogra foram para o quarto e o criminoso, o funcionário da portaria e o marido ficaram na sala.

Quadrilha já era investigada

De acordo com a Rota, a quadrilha já vinha sendo investigada pela polícia e pelo Ministério Público, e havia a informação de que o grupo executaria roubos na região da Grande São Paulo. O MP informou que a investigação durou quatro meses.

“Não sabíamos corretamente qual o local, então nos pediram que a Rota viesse apoiar com policiamento territorial na região dos municípios de Jacareí e Guararema”, contou o comandante da Rota Mario Alves da Silva.

As informações são do portal  G1.

News Reporter

1 thought on “Tentativa de assalto acaba com 11 criminosos mortos após confronto com a Rota

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *